quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Bola na trave não altera o placar ♪

Oieeeeeeeee! Thais aqui animando a quinta de vocês –n Primeiro, desculpas por não ter postado semana passada, porque foi louca, eu fiquei toda atrapalhada com um monte de compromissos. E desculpas pelo post tardio de hoje, foi a tal da inspiração, sabe... aquele passarinho verde fdp que só dá as caras quando quer u_u Enfim.

Então, hoje eu vou falr de futebol. AH QUE CHATO THAIS, NÃO TEM MAIS NADA PRA FALAR NÃO, EU JÁ SEI QUE É UM MONTE DE HOMENS CORRENDO ATRÁS DA BOLA PRA FAZER O GOL E SE ABRAÇAREM SUADOS E calma. Vou explicar.

Sempre adorei futebol, desde, sei lá, meu primeiro ano de idade que meu pai (são-paulino bambi... só eu e minha madrinha somos sofredoras inteligentes nessa família!) me colocava do lado dele pra assistir. Ganhei minha primeira camisa (do Palmeiras, é claro!) antes de completar um ano e cresci jogando futebol no quintal com ela (durou anos – ela era enorme! Mas não sei quem fim levou =( ). Eu chorava quando o Palmeiras perdia – AINDA CHORO, FAZER O QUÊ. Enfim, o futebol sempre cresceu comigo.

Mas pra que toda essa enrolação, Thais?

Eu quero dizer que futebol é, sim, mais que um jogo inútil, que só causa brigas, que não te deixa dormir com fogos à meia-noite, que não te acrescenta nada. É amor ao time, e como minha amiga Johana (-q ela que me deu a ideia do post, fanática pelo Fluminense e) diz, o amor ao time é mais que um casamento, porque você sabe que a relação pode acabar, mas o amor ao time, não... Ele não acaba nunca. Se você ama de verdade seu time, pode ser qualquer um, até um Corinthians da vida – mas daí eu te diria que você tem um belo de um mau gosto, até porque –Q -, você o torna parte da sua vida, se apega a ele, acompanha, ri, chora, canta junto, briga, zoa os adversários... É a emoção que só o futebol tem! Vê o que ele faz na Copa por exemplo, torcidas rivais unidas para torcer pelo seu país – não digo que está certo esse patriotismo a cada 4 anos... mas ainda assim, é um jeito!

Mas futebol é coisa de homem... SETOK 1BJ

Até complementando o post da Luna de ontem, quem te disse isso? Olha, eu passei minha vida toda jogando futebol – hoje não muito, só na EF, me aposentei – e estou mais segura da minha sexualidade que muitas meninas que brincavam de Barbie, hein. Isso é coisa do passado, hoje tem muita menina que quebra os meninos discutindo futebol, além de que o profissional feminino tem muito mais raça que o masculino – a Marta, da seleção, eleita vezes seguidas melhor do mundo, disse que as mulheres têm de ouvir muitos absurdos em campo dos babacas e que o futebol masculino é muito comercializado... Elas ganham bem menos! E jogam com amor. E eu concordo com ela.

 Marta divaa! 

Claro que existem muitas lésbicas que gostam de futebol, assim como gays que jogam... OI RICHARLYSON hehe dando uma cutucadinha

Pra finalizar, não estou te obrigando a gostar, mas deixe de “futebol é chato” sem saber o que fala... Respeite quem ama seu time – falta amor no mundo em todos os sentidos.

PS.: obrigada mais uma vez a bobona da Johana – todos os posts eu tenho que agradecer a ela, né... se não me dá a ideia, ela fala se tá bom ou não.

PS²: Ontem foi aniversário da minha sobrinha Aryane tosca e hoje é aniversário da djudju Giulia! TODO MUNDO DANDO PARABÉNS PRA ELAS OU VOCÊ SERÁ SÓ UMA ALGA ALGANDO POR AÍ (sei lá como a Jujuba fala -Q).

Beijosssss

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eu tenho uma V-A-G-I-N-A e não vou me desculpar à sociedade por isso.

Olá, garotas! Hoje é uma quarta-feira, logo é o MEU dia :D

Eu fiquei pensando, sabe, sobre o que escrever. Apesar de desejar um tema leve e bobo para contrapor com meu post anterior sobre política, eu não queria ser leve e boba - estamos na semana de eleições! Então eu pensei e pensei até decidir escrever sobre... mulheres. Isso aí. O tema de hoje é o sexo feminino, biologicamente conhecido por ter cromossomos XX. (eu errei essa parte, mas eu a tinha escrito sem conferir nada risos. thanks, joubs!) Mas o post não é só para mulheres lerem: homens também estão convidados :)

Esses dias minha amiga me chamou de paranóica. Ela disse isso porque, de acordo com ela, a sociedade não é tão machista assim. Ela disse também que feminismo era uma bandeira que ela não ergueria, porque acha ridículo. Ela acha ridículo levantar qualquer tipo de bandeira, essas foram as palavras. Então ficamos num impasse: eu a acho alienada, ela me acha paranóica. O fato é de lá pra cá fiquei pensando nisso e pensando se eu realmente era paranóica, se eu realmente precisava desse feminismo todo que eu tenho e fiquei reavaliando minhas posições. E sabe qual foi a conclusão que cheguei? Que, sim, eu preciso de todo esse feminismo. E que eu preciso ser mais ainda, porque se depender de pessoas como a minha amiga, nós continuaremos ouvindo cantadas grosseiras e sermos expostas como objetos de desejo. Porque, minhas queridas, eu preciso acreditar que um dia as mulheres terão os mesmos direitos que os homens em TODOS os aspectos: legalmente, sexualmente, só não rola biologicamente (vocês entenderam!). Porque se eu continuar acreditando nisso, então é isso que me motiva a continuar com a Descapricho. É isso que me motiva a protestar, criticar, sambar em cima da mídia feminina, dos machistas que nos tem como propriedades e das pessoas que acreditam que o feminismo já morreu. Porque é contra isso que o blog se formou: contra as revistas femininas que ditam quem devemos amar e quem devemos odiar.

Então eu resolvi trazer aqui alguns questionamentos. Eu não quero que você leia isso aqui e se sinta obrigada a pensar como eu. Não é minha intenção falar minha opinião. Eu só vou fazer algumas perguntas e eu quero que vocês pensem nelas. Não pense na resposta mais óbvia, porque elas não tem uma resposta definida. Eu quero que vocês comentem essas perguntas, que você tente descobrir porque essas diferenças existem. Eu quero que vocês discutam e analisam qual é o lugar que você ocupa na sociedade. E não quero que vocês se acomodem, sempre pensando na resposta mais fácil. É muito fácil propagar crenças arraigadas e é muito difícil questioná-las.

Mas eu quero que você questione. E questionar, lutar, protestar mais, mais, mais até as coisas mudarem.

1. Por que o maior destaque das revistas femininas como Capricho, Nova, Claudia, Atrevida, Todateen, Gloss é voltado para moda e beleza? Você acha que a mulher nasce já se preocupando com moda? Você nasceu já vaidosa? Ou você foi criada assim?
2. Por que tudo bem pros homens comprarem a Playboy que combina mulheres nuas com política e economia, mas se nós quisermos ficar olhando homem pelado + ler política e economia, nós temos que comprar revistas gays E revistas específicas sobre política e economia? Por que não há uma revista feminina voltada a homens pelados, política, economia e moda? Você acha que esses assuntos não podem ficar em uma mesma revista?
3. Por que as pessoas sentem nojo de menstruação? Por que os homens sentem nojo ao imaginar sangue se esvaindo e por que a gente acredita que esse sangue é sujo? E ao mesmo tempo os próprios homens não acham que o esperma ejaculado é nojento?
4. Por que há constrangimento entre as mulheres ao falar de masturbação? Porque acreditamos que isso é errado e sujo, mas os homens não vêem problemas e até contam vantagem? Você realmente acha que masturbação é algo sujo e pecaminoso? Você realmente nunca fez?
5. Por que acreditamos que uma garota "deve se valorizar"? Qual é o problema de ela desejar e ficar com quantos caras ela ficar? Você acha que ela vai ser menos digna de respeito ao ter vários parceiros? Você acha justo que uma garota receba tantos nomes caso ela queira ficar com várias pessoas?
6. Por que há tantos nomes para classificar a vida sexual de uma mulher (vadia, piranha, vagabunda, biscate, piriguete, puta, cadela, cachorra, vaca, saidinha, dada, rodada, etc), mas tão poucos nomes para fazer o mesmo com um garoto (garanhão, galinha, putão)?
7. Por que ninguém vê problema em Eminem xingar quantas pessoas, inclusive a mãe, mas quando Christina Aguilera, Madonna, Britney Spears ou até mesmo Miley Cyrus falam um palavrão ou se insinuam, as pessoas já as chamam de vulgares? Não é a mesma coisa? Por que Eminem e tantos outros rappers que xingam mulheres em suas músicas são idolatrados, mas as mulheres que fazem a mesma coisa são tidas como vulgares?
8. Por que Elisa Samúdio foi considerada mais culpada do que vítima por muitas pessoas? Você acha que o fato de ela ser atriz pornô a desclassifica como pessoa decente? Você acha que Bruno tinha o direito de matá-la, independente da forma que ele fez? Quando você viu a notícia, você pensou o quê primeiro? "Ah, ele acabou com a vida dele" ou "ela não vai mais viver"? O fato de ela ter sido maria-chuteira a responsabiliza pelo assassinato? Se ele não queria sofrer o golpe da barriga, por que ele não usou camisinha? E por que ninguém pensou que a responsabilidade de evitar filhos também é dele?
9. Por que a garota de 13 anos que foi estuprada em Florianopólis foi tida como culpada pela violência que sofrera? Você acha errado que uma garota vá para casa de pessoas que ela considera amigos? Qual é o problema de ela ir para uma casa onde há três homens? Você acha que ela estava "fácil"? E ainda que a garota fosse fácil, você acha que isso justifica um estupro? Você consegue se imaginar na mesma situação que ela? Você nunca foi para casa de um amigo onde só tivesse caras? Você acha que seria culpada se seu ex-namorado te estuprasse?
10. Você acha realmente que se você sair de minissaia, está mais exposta a um estupro do que se sair vestida como uma freira? Você acha certo que uma garota seja condenada pela roupa que use? Por que as pessoas preferem que a garota "se comporte" do que punir os estupradores? Você acha que isso adianta, se mais de 60% dos estupros no Brasil são cometidos por pessoas que conhecemos e que, geralmente, amamos como pais, primos, irmãos, avôs, padrastos, namorados, amigos?
11. Você acha realmente que homem gosta mais ~ pelas leis da natureza ~ de transar do que mulher? Então por que somente nós temos um órgão especialmente para o prazer?
12. Você acha que atrizes de filmes pornôs merecem o mesmo respeito que freiras?
13. Você acha normal que as propagandas de produtos de limpeza enfoquem em mulheres e não em casais? Você acha que a obrigação de cuidar do lar é algo natural para você? Você gosta das atividades domésticas?
14. Por que rosa é cor de mulher e azul é cor de homem? De onde que veio isso, se antigamente, na França, mulheres eram embaladas em lençóis azuis por ser a cor da Virgem Maria?
15. Você acredita na frase de que "quem gosta de homem é gay, mulher gosta mesmo é de dinheiro"?
16. Você acredita que as meninas são mais falsas do que meninos? Se sim, por quê? Se não, você acredita que essa história surgiu de onde?
17. Por que é comum que quando uma mulher é traída pelo seu namorado, ela resolva tirar satisfação com a amante, e não com seu namorado? Não é o namorado que deve fidelidade? O que a amante tem a ver com a história? Ela deve receber a culpa maior da traição? E quando o contrário acontece: o homem que é traído, porque geralmente o homem que toma satisfação com a própria namorada, às vezes degenerando em crimes?
18. Você realmente acredita que o aborto é permitido em casos de estupro em respeito aos nossos corpos?
19. Quando uma mulher é estuprada e resolve abortar, há apoio porque a mulher não tem a culpa de ter engravidado. Mas quando uma mulher é irresponsável e deseja abortar, porque sempre lembram que o feto é uma vida, que o corpo não é todo dela e que o feto não tem culpa da irresponsabilidade? A vida não é a mesma em casos de estupros e irresponsabilidades? A única coisa que mudou é que num caso, o pai é agressor, noutro os pais são irresponsáveis. Mas por que somente a mulher que leva a culpa por desejar acabar com uma gravidez indesejada? Porque o feto leva a culpa do pai ser estuprador, mas não pode levar a culpa se a mãe é irresponsável? Ou você acha que essas comparações são descabidas? A vida de um estupro tem menos valor do que a vida gerada por irresponsabilidade?
20. Por que há tanta violência doméstica? Por que a mulher é considerada fraca e submissa? Por que achamos normal que haja agressão contra mulheres na TV e que essas cenas sejam justamente para dar o ibope? Por que torcemos para que a mocinha e a vilã se batam? Por que quase sempre a mocinha é a moça mais comportada e casta e a vilã é a moça que tem vários parceiros? Você acha que isso é coincidência? Por que a redenção das mulheres más nas novelas quase sempre vem com o casamento ou com um relacionamento monogâmico? Por que tantas pessoas amaram a surra que Dedina, da novela A Favorita, levou? Você acha que o fato de ela ter traído o marido justifica uma surra? Por que uma mulher exercitar sua sexualidade, seja ela solteira ou casada, é algo que a sociedade ainda condena?
21. Ainda relacionado à pergunta acima: você lembra da novela Mulheres Apaixonadas? Por que Dóris, a personagem que xingava e maltratava os avós, apanhou não por ser grosseira com seus avós, mas por ser flagrada transando? Porque a cena de sua humilhação pública consistiu em ela seminua? Você acha isso normal?
22. Ainda relacionado à novelas: das mulheres na novela Viver a Vida, porque a personagem mais chata, preconceituosa, insuportável, mandona, resmungona e mal-humorada era justamente a mulher que sustentava o marido e tinha o trabalho que servia para libertar muitas mulheres (fotografar mulheres de meia-idade em posições mais sensuais, para valorizar a auto-estima)? (para quem não se lembra, a atriz era Natália do Vale e ela fazia a mãe chata dos gêmeos)
23. Por que mulheres que não querem ter filhos são frequentemente questionadas a respeito? Você acha que a maternidade é algo que toda mulher deveria passar? Você acha anormal que uma mulher não queira ter filhos?
24. Por que mulheres são constantemente avaliadas por sua beleza? Você acha justo que a gente tenha sempre uma patrulha por perto para avaliar que nosso peso, cabelo, rosto estão fora do padrão? Você acha justo que o "se cuidar" virou sinônimo de vaidade? Você acha que fazer unhas e fazer depilação íntima é "se cuidar"?
25. Para quem a gente faz depilação íntima? Para nós ou para nossos namorados?
26. A pergunta mais importante: você acredita que o feminismo é necessário no nosso cotidiano?


Estão me achando paranóica? Pode ser.
Mas antes leiam as perguntas e respondam de acordo com seus princípios. Posso até extrapolar os limites em cinco ou seis perguntas, mas eu tenho a certeza absoluta de que todas essas coisinhas não existem só na minha cabeça.


tem certeza?

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Percy Jackson & The Olympians

Boa taaarde, queridos!

Então, no fim de semana eu terminei de ler a série de Rick Riordan, Percy Jacksonnnn! É tão liiiindo, mano, que me deu vontade de fazer um post sobre a série em geral (Porque eu já fiz um sobre o primeiro livro, né, enfim, não me achem repetitiva e *-*) Enfim, vou falar sobre cada um dos livros e tudo o mais. :)

O Ladrão de Raios:
O começo desse livro pode parecer trash, eu achei, rs. É porque se inicia com Percy saindo em uma excursão a um museu, no qual sua professora de matemática se transforma num monstro mitológico e o ataca. O_O Tipo, meio que do nada. Mas a partir daí as coisas ficam mais interessantes, talvez porque ficam mais drásticas, rs. Percy é um menino problemático, que, em seis anos, frequentou e foi expulso de seis escolas diferentes, e tem, supostamente, transtorno de deficit de atenção e hiperatividade (Ou seja, dislexia). É a partir daí que as coisas começam a ficar estranhas, porque Percy descobre que seu melhor amigo é um sátiro, seu professor de latim é um centauro, e sua professora é uma Fúria. Ele descobre que é um meio sangue, filho de um deus do Olimpo (Que depois ele descobre ser Poseidon) com uma mortal, e vai para o Acampamento Meio Sangue, onde vai ser treinado para se livrar de monstros e SOBREVIVER rs. No Acampamento ele conhece outros meios sangue, como Annabeth Chase, filha de Atena (*-*), e Luke Castellan, um guerreiro muito bom no esgrima, filho de Hermes. Lá também entra em contato com deuses como Dioniso. Em seguida ele descobre estar sendo acusado de roubar o raio-mestre de Zeus, a mando de seu pai, e para provar sua inocência, ele, Annabeth e Grover saem em uma missão que vai acabar, literalmente, no Inferno (Ou Mundo Inferior), tudo para resgatar o tal raio mestre. \o\

O Mar de Monstros:
Percy está em uma nova escola, e pela primeira vez, o ano parece que vai acabar bem. Mas ele se engana ao pensar isso, já que no último dia de aula seus colegas se revelam monstros, e Percy tem que enfrentá-los num jogo de queimada mortal! Ele vence, mas o colégio fica inteiramente incendiado e Annabeth aparece para salvá-lo e levá-lo, junto ao seu amigo Tyson, ao Acampamento. Chegando lá, a situação não é das melhores, já que Quíron é 'demitido' e substituído pelo insuportável Tântalo, que não larga do pé de Percy. Para completar, ele descobre que Tyson é um ciclope filho de Poseidon, ou seja, seu irmão! As defesas mágicas do Acampamento estão falhando, já que o pinheiro que protegia a Colina Meio Sangue está envenenada, e ele descobre que um de seus colegas campistas está por tras disso! :O (Não vou falar quem, muahahaha, pra não estragar a surpresa e *-*) Percy descobre que pode salvar o acampamento com o Velocino de Ouro, mas Tântalo não o deixa partir -_-' Mas ele vai mesmo assim RISOS. Ele descobre que Grover está aprisionado na caverna de Polifemo, um ciclope que o confundiu com uma dama ciclope e quer casar com ele, rs. Assim, ele salva Grover, e consegue o Velocino de Ouro para salvar o pinheiro, MAS UMA SURPRESA SAI DELE E tá, não vou falar também e

A Maldição do Titã:
Percy recebe uma ligação de Grover dizendo-lhe que encontrou mais dois meios-sangue, mas não sabe de quem eles são filhos. Eles e Annabeth vão tentar trazê-los para o Acampamento, mas há um monstro perto deles que não os deixa se aproximar. Durante a luta com esse monstro, aparecem as Caçadoras de Artemis, moças imortais e guerreiras, estilo amazonas, que ajudam bastante na vitória contra o monstro. Annabeth, no entanto, se 'sacrifica', pois joga-se, junto com o monstro, do penhasco. Após muito desespero de Grover e Percy, eles descobrem que Nico e Bianca di Angelo são cercados de mistérios. São órfãos, e foram deixados muito tempo atrás no Hotel Cassino Lótus, um lugar onde o tempo passa mais rápido. Foram resgatados de lá por um advogado também misterioso e tudo o mais. No acampamento, uma missão é designada para 5 campistas, e Percy não está incluido nesses, mas novamente ele vai do mesmo jeito ~Percybadboy~ kk Enfim, a missão é para ajudar Artemis, que havia saído alguns dias antes em busca de Annabeth e de um monstro que precisava ser derrotado. Na missão, morre Bianca, e Nico fica realmente furioso com Percy por não ter cumprido sua promessa de cuidar de sua irmã. Eles encontram Annabeth, que estava segurando o céu, literalmente. O gigante Atlas a tinha enganado e ela estava quase morrendo sob o peso do céu quando a encontram. Artemis segura o céu um pouco também, e Percy também quase morre nisso, mas consegue fazer Atlas retornar ao seu castigo eterno. Porém na batalha, a 'capitã' das caçadoras morre, e outra é posta em seu lugar, RS NÃO VOU AGUENTAR O FIM DO POST SEM DIZER QUEM É E
Enfim. O livro acaba com Quíron conversando com Percy, dizendo-lhe que o Acampamento seria o primeiro alvo do perverso Cronos. :x

A Batalha do Labirinto:
Esse livro é muuuuito bom, ele e o último são os meus preferidos! Percy aprende sobre o Labirinto, parte do reino de Minos, e que guardaria um Minotauro em seu interior. :x Ele e Annabeth encontram uma entrada para o Labirinto no acampamento, e Percy logo descobre que Luke quer usar a entrada para liderar seu exército através do Labirinto direto no coração do acampamento. Assim, eles têm que encontrar Dédalo, inventor do Labirinto, e impedir que o exército de Cronos encontre o fio de Ariadne, que os permitiria se movimentar ali dentro. Percy, Grover e Annabeth encontram um milhão de surpresas desagradáveis dentro do labirinto, e só conseguem se locomover direito lá dentro com a ajuda de uma mortal, Rachel Elizabeth Dare, que consegue ver através da Névoa, a camada de magia que esconde todos os monstros e coisas do tipo da visão dos mortais. Enfim, Dédalo acaba se sacrificando para fechar o Labirinto e impedir a invasão do Acampamento. Parece normal, mas o livro é excelente!

O Último Olimpiano:
É sério, é muito bom esse livro, mas é agoniante, porque parece que nada vai dar certo!
O mundo está em perigo porque o exército de Cronos está cada vez mais forte, e a missão principal é dominar a ilha de Manhattan e destruir, simplesmente, o Olimpo (Que por acaso fica no topo do Empire State Building, rs, tão legal isso e *-*). Não quero falar muito, então vou resumir tudo rapidamente: Percy Jackson e seus amigos lutam em uma guerra assemelhando-se a guerra inicial entre os deuses gregos e os titãs e em uma batalha final com o poderoso Titã, Cronos. Eles finalmente derrotam Cronos e o Olimpo é salvo.

Mas até que tudo dê certo, muita coisa acontece, e e e tá, chega. Só sei que eu sou boba, e chorei um monte com esse livro. :')

Então, é isso, gente. Recomendo MUITO a série, muito mesmo, e principalmente a quem se interessa por Mitologia, ou quem não se interessa, mas quer aprender mais sobre o assunto.
É isso, beeeeeijos, e até próxima terça!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Todos os Problemas Misturados

Boa tarde. Ou péssima tarde, não sei como começar. Porque hoje o post é sobre uma coisa que, muito provavelmente, fica fazendo você achar todas as tarde péssimas: TPM.
~ O que é isso?
Biologicamente falando, é quando cai a taxa dos principais hormônios femininos: estrógeno e progesterona. Quando não há fecundação, nos dias próximos a menstruação, o corpo lúteo (que produz a progesterona) definha, regride e degenera fazendo com que a taxa dos dois hormônios femininos principais caia. E isso que origina a TPM, ou tensão pré menstrual.

NOSSA JUJU MUITO LEGAL QUE VOCÊ É BOA EM BIOLOGIA, AGORA, VOCÊ PODIA EXPLICAR ESSA COISA PRA GENTE?
Bom, 75% das mulheres tem TPM, mas só 8% têm sintomas muito intensos. Ou seja, se você fizer parte desses 75%, um pouco antes de você menstruar, todo santo mês, a taxa dos seus dois hormônios femininos principais vai cair e você vai ficar, bem, UM PORRE. Vontade de chorar o tempo todo, raiva, irritabilidade, você vai querer basicamente explodir o mundo e todos os planetas em volta. Todas as coisas vão conseguir te deixar mais irritada, como chegar atrasada na aula, alguém não prestar atenção no que você tá falando, barulho de obra enquanto você estuda. Você não vai simplesmente pensar "que saco isso", vai querer matar todo mundo, jogar as coisas pela janela, gritar e espernear e xingar todos os culpados por tudo aquilo ou vai começar a chorar por tudo AH MÃE POR QUE TEM ESSA OBRA AQUI A CIDADE? JÁ NÃO TEM CASAS DEMAIS NO MUNDO?, ou POR QUE VOCÊ NÃO PRESTA ATENÇÃO NO QUE EU FALO MIMIMIMIMIMI NINGUÉM ME OUVE NINGUÉM ME AMA EU ODEIO MINHA VIDA ou quem sabe EU CHEGUEI ATRASADA VOU PERDER UM MONTE DE MATÉRIA VOU REPROVAR E VOU VIVER MINHA VIDA TODA EM BAIXO DE UMA PONTE D:
Ou seja, não vai bem ser como se todo mundo estivesse te suportando. A questão é que não tem como controlar isso. Certo, todo mundo que não tem TPM fica falando coisas do gênero "Muitas mulheres conseguem controlar a TPM, sabia?" e a única coisa que te vem a cabeça ali no momento é "NOSSA QUE BOM PRA ELAS, PENA QUE EU NÃO CONSIGA!" (caps lock é necessário na tpm ok) porque é realmente muito difícil controlar a tpm. Certas coisas podem ajudar, mas, não tem jeito, num momento de tensão a tpm vai mostrar a sua linda cara e você vai ficar muito chata.
Porque não é realmente a tpm que te deixa chata... são as outras coisas. A tpm só muda a maneira que você reage a elas, que é de um jeito muito mais extremo e desgastante. Só, acho eu, que mais desgastante ainda é tentar controlar isso. Tipo ficar tentando dizer pra si mesma não se irritar. ISSO LÁ DÁ CERTO? Ficar repetindo pra mim mesma "não se irrite" um milhão de vezes só serviu pra eu ter mais certeza ainda que eu estava irritada.

~ E o que eu devo fazer?
Bom, se você ficar muito chata, tipo, MESMO, o mais sensato a fazer é fazer um cartaz escrito: "FUJAM PARA AS COLINAS QUE EU TÔ INSUPORTÁVEL!!!" e colar na sua blusa, para deixar bem claro. Ou talvez fazer uma camiseta com essa estampa, mas enfim
Nem precisa. Só avisar seus companheiros seria de bom tamanho, tipo, AI DESCULPA SE EU TÔ UM PORRE SABE É QUE EU TÔ DE TPM! E, como eu disse no meu post sobre ciúme, isso meio que afeta nossos amigos de cromossomos XY. Então se você avisar que tá de tpm, muitos deles provavelmente vão fingir que entenderam e te suportar totalmente. Afinal de contas, eu não acho que eles vão QUERER saber detalhes sobre isso.
Enfim, explicar isso para os entes queridos é uma boa, para você não perder 1 zilhão de amigos todo mês. Só que a vida não é só feita dos outros né, porque ás vezes nem você mesma se aguenta.
Algumas pessoas mandam você comer muito chocolate, mas eu não recomendo não. Além de poder dar espinhas, se você tiver tendência e tal, ou engordar, pra mim nunca fez muita diferença. O que faz diferença é falar com as pessoas que você gosta, ver seus filmes preferidos, sair, ouvir músicas que você goste. E não músicas tristes ou nervosas, mas sim suas músicas preferidas. Ler livros também ajuda. Eu gosto de escrever sobre o que eu tô sentindo, ou cantar músicas tristes, mas isso só serviu pra me deixar mais triste e irritada ainda.
Ou seja, não é uma boa ideia.

De qualquer maneira, TPM é uma droga mesmo, e temos que conviver com ela todo santo mês. Não há nada a fazer a não ser aguentar, e esperar acabar, para que você vire alguém feliz e saltitante novamente *U*
O post termina por aqui, espero que tenham gostado e aproveitado e que estejam me achando a diva pop do momento!!!!!!!! -N
BEIJOS DESCAPRICHETES :*

PS: "Mas e se eu não tenho tpm, PRA QUE ESSE POST ME SERVE?". Simples, para aguentar aquelas que tem. Porque ó, estar extremamente irritada e todo mundo ficar reclamando não é algo muito legal para a sanidade mental (Y'

domingo, 26 de setembro de 2010

Tempos de Escola

Olá descaprichetes*-*

Como estão nesse último domingo de Setembro ? Daqui a pouco é Dezembro e PUF! o ano acaba ( é, o ano tá passando voando, e isso me assusta: parece que o tá tendo cada vez menos dias @-@), e com ele mais um ano letivo. Se você é, sei lá, 7 ° série , não tá ligando muito pra isso. É uma ano a menos na escola. Mas se você está no terceiro ou segundo como eu, é.. hm,~~ diferente~~. Não, não vou falar de vestibular, ou de notas finais, recuperação e essas coisas que preocupam alguns em final de ano letivo. Mas sim da.. hum, escola.

Não, também não quero falar sobre a importância de um bom ensino acadêmico, e de como a educação pública é uma droga. Mas sim sobre o ambiente escolar. Onde você passa cerca de 12 anos de sua vida. Pra começar, a escola pra mim sempre foi um meio de me socializar. Conviver com pessoas diferentes, fazer grandes amizades. Fico pensando o que seria da vida de muitas pessoas, e a minha, se não existisse o ambiente escolar. Tipo, se todo conteúdo acadêmico fosse dado em casa, seja pelos pais, professores particulares, ou - na pior das hipóteses - computadores. SERIA UM TÉDIO! E os coleguinhas felizes pra conversar paralelamente ,ou mesmo trocar bilhetinhos durante aula de vez em quando? E a amizade, que costuma se tornar praticamente inevitável quando pessoas convivem muito? A afinidade que se cria com pessoas que dividem um pouco da mesma história que você, seja com lições de casa, professores brothers ou carrascos, notas sejam azuis ou vermelhas? Toda aquela coisa de criar laços ? Bem, ao menos pra mim seria horrível, já que fora todas a grandes amizades que fiz nas escolas em que estudei, eu só teria basicamente amizade de meu irmão e minhas primas,que moram longe por sinal, e eu nunca consegui me integrar com vizinhos.




Lógico que escola não deve ser nenhuma farra pra você ir pra lá com o lema ‘'a escola é legal, o ruim é ter que estudar’’, porque #porfavorné? Mas também não acho que deve ser um lugar que você vai totalmente auto-centrado só pra sentar na sua carteira e passar cerca 5 horas seguidas naquele bendito lugar, sem nem ao menos cumprimentar seus coleguinhas -q, como se só existisse você, o professor e o assunto a ser estudado. Tipo, isso não é vida a escola é mais que isso!
É uma oportunidade de descobrir que existem pessoas mais anormais que você, legais, idiotas, de crescer convivendo com os outros.

Não colem do coleguinha ok?
Falta um ano anda pra eu terminar o colegial, talvez dois se eu repetir de ano quiser concluir o curso técnico . E eu basicamente vou MORRER DE SAUDADES. De tudo que se vive em uma escola. Ok, depois disso eu vou pra universidade, e as coisas meio que irão recomeçar, mas quando eu for, assim como a maioria, já irei estar com o pé nos dezoito, e com a idade vem mais responsabilidades ( tudo bem que hoje em dia, diferentemente de há poucas décadas atrás, ter dezoito não significa sair de casa / tatuar uma tribal / e alugar uma quitinete só pra se dizer independente, mas mesmo assim é quase o fim da adolescência e * tá, não ou entrar em outro dilema*) , além de que com o fim do colegial os amigos mudam de destino, muitas vezes por optarem por profissões diferentes, e PUF! Você se ver sem toda a magia do colegial, você adolescente, sem grandes responsabilidades, a não ser tirar boas notas, e sem a companhia de todos os amigos que talvez você tenha feito. Não estou dizendo que amizades acabam com a escola, mas é um pouco difícil de se acostumar a não conviver diariamente com as pessoas que você tanto gosta.
Então, enquanto os computadores não dominam inteiramente a humanidade, e substitui os professores -q - vamos aproveitar nosso tempos de escola, que acredito eu, devem deixar muitas saudades.
Bjos e até semana que vem.

sábado, 25 de setembro de 2010

Bilingue já! lol

Oi, Descaprichetes! *o* #francifeelings

Vou falar hoje sobre aprender inglês. Mais precisamente sobre aprender a falar inglês sem curso.
Well, vou começar primeiro com a minha experiência, daí vou botar uns quotes de amigas minhas aqui.

Não, eu não aprendi inglês sozinha. rs Na verdade, eu gosto de inglês. Minhas notas giravam em torno de 6 e 7 na escola, eu nunca pedi pra fazer curso pra minha mãe, mas ano passado ela me colocou e eu explodi.-NÃO
Ok, vamos explicar melhor isso aqui.
Eu gosto muito de músicas em inglês (eu meio que só ouço assim). Meus pais são imensas feras na língua, os dois falam muito bem. Minha mãe adora inglês e tudo, e isso ajudou um pouco. Eu tenho meio que 2 professores sempre que eu precisar, e na minha casa.
Quando minha mãe me botou no curso eu comecei a gostar realmente de inglês. Eu já sabia um pouco antes, e não vou mentir que o curso não me ajudou, porque ajudou e muito. Super admiro quem aprende sozinho, as comigo não foi assim.
O negócio é que eu amo ler e escrever, e como adoro inglês, às vezes me sinto meio mal por não fazer essas coisas que amo no mesmo nível que faço em inglês. Então eu comecei a correr atrás: traduzir músicas, prestar atenção no que as pessoas falam em séries. Ler tudo o que eu podia. Daí e melhorei ainda mais, e isso sem a ajuda do curso.

A Joubs, nossa ilustre ruiva de todas as segundas-feiras, aprendeu inglês sozinha. Sem curso nem nada. "Não sei como aprendi. Num dia eu era péssima em inglês, e no outro, OSMOSE, eu fiquei boa.", ela diz. Ela também declara que traduzia músicas, botava a legenda dos filmes em inglês e lia livros na língua. "Minha pronúncia é meio britânica, meio americanizada, mas absurdamente rápida". Ela diz.

Pronúncia é algo que você pode adquirir prestando MUITA atenção em como os atores falam nos filmes e séries. Faz assim: baixa, aluga, enfim, veja um filme em inglês sozinha e, o que você achar interessante, repita. Quer ouvir de novo? Volte m pouco e veja. Aos poucos você vai falando melhor.

Com a internet, ficou fácil pra caramba aprender sem ter que pagar por isso. Todo dia somos bombardeados por coisas estadunidenses, então por quê não aproveitar isso e aprender uma nova língua? Traduzir músicas é algo que ajuda DEMAIS, principalmente em gírias. E se você ama ler e ama autores estrangeiros, tome isso como um incentivo de comprar livros mais baratos!

Ah, e desculpa se você for metida a teen-quase-adulta OU se você só não gostar, mas Turma da Mônica em inglês ajuda pra caramba. Falo sério. rs Dá pra catar umas expressões reduzidas super massas.  E vende em qualquer banca.

Mas Bramks, eu já tenho um inglês bacana, comofas? Bem, se você já tá num nível legal, experimente escrever pequenas coisas, como contos, na língua. Isso só vai melhorar sua capacidade de comunicação  te tornar brabíssima. -Q


LOOOL




E AQUI VAI A DICA DO ANO: Você lê/quer ler in english? www.bookdepository.co.uk
Todos os livros sem frete! Chega em 15 dias, mais ou menos. Eu já encomendei o meu, e você? ;))) #thereIsaidit #fail E eu indico total os livros da Meg Cabot. Inglês médio e diz a Joubs que você lê e passa a pensar em inglês.


That's all, people.


Much love,


Bramks.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Exercícios físicos

Boa taaaaaarde, genteee! Então, aqui é a Naty, mas eu sei que hoje não é terça e não é meu dia de postar RISOS. É que o computador da Dani pifou e ela pediu para eu substituí-la em seu post, né, então.

Então, ontem eu fui numa academia com uma amiga minha, pela, hm, praticamente primeira vez na minha (nossas) vida. E aí, como eu não planejei nada para falar hoje, vou falar sobre exercícios físicos. -q

Todo mundo sabe que atividade física é extremamente necessária na vida das pessoas, especialmente quem tem muita energia acumulada e precisa gastá-la de alguma forma, ou seja, pessoas jovens. Claro que é super indicado aos idosos que se faça algum tipo de exercício físico, mas como eu duvido que tenha algum idoso que leia aqui o blog, então vou me prender mais nos jovens.

É comum encontrar adolescentes que não gostam ou odeiam Educação Física/Exercícios que vão além de movimentar o mouse e levantamento de garfo. Não, tipo, é muito comum mesmo. Eu mesma não sou dos amantes da EF, mas fiz 4 anos de vôley na minha antiga escola e, nossa, como eu sinto falta. Na maioria das vezes, a saída é essa. Encontrar um esporte ou outra atividade que substitua a odiada educação física, algo que você goste, que você faça com prazer. De que outra maneira você espera se sentir bem fazendo aquilo?

E as opções não são poucas. Você pode fazer vôley, futebol, handball, natação, aeróbica, corrida, caminhada, academia... Enfim. Basta perceber preferências ou prioridades. Mas esteja sempre aberta(o) a mudanças. Exemplo: Eu nunca tinha gostado de academia. Nem da ideia. Topei ir com minha amiga e acabei adorando! Tivemos o acompanhamento de um personal trainer (Lindo, por sinal, foi um bom estímulo e), e fizemos uma hora de musculação e meia hora de exercícios aeróbicos. Ou seja, esteja aberta a mudanças, porque só experimentando várias coisas é que você vai perceber o que gosta ou não.

Quando decidir o que quer fazer, lembre-se: É SEMPRE necessário o acompanhamento de um profissional. Nada de dar alok e fazer 10 séries de mil abdominais cada numa única tarde, ou correr até morrer. Não, né. Procure um professor, converse com ele, escute conselhos, dicas, informe-se sobre riscos, fale pra ele quais são seus objetivos e metas dentro daquele programa. Ele te entenderá e saberá informar o melhor caminho a percorrer, além de apontar falhas e sugestões de correção durante esse caminho. E se for um professor ou personal trainer lindo, olha só o incentivo e a responsabilidade! Afinal, você com certeza quer se mostrar uma boa aluna... rs

Não, sério, ter acompanhamento profissional é muito importante, bem como é importante organizar uma rotina de treinamento. Eu sei que temos mil e uma coisas para fazer no dia a dia, acredite, eu sei. Mas eu sei que dá tempo pra tudo! Você pode separar três dias na semana, e tirar deles uma hora e meia, no máximo duas, para fazer seus exercícios. Ou, se prefere praticar/malhar todos os dias, dedique apenas uma hora de suas tardes para isso (Lembrando-se sempre de alternar e pegar leve no treinamento, principalmente no início. Nada de querer levantar 50 kg com as pernas no primeiro dia, ou de querer trabalhar apenas a barriga. Você precisa ir evoluindo aos poucos, e, claro, exercitar cada parte de seu corpo, nem que seja alternando dias de treinamento! Num dia malha perna, no outro braço, no outro faz aeróbica...). Assim, você não deixa de praticar seus exercícios, mas também não se sobrecarrega ou esquece das outras atividades que tem, como, por exemplo, estudar para as últimas provas do ano ou para o vestibular.

Outro ponto importante é aliar essa nova rotina de exercícios com uma alimentação saudável e balanceada. Do contrário, desculpe, mas você tem perdido seu tempo com exercícios que de nada adiantarão, seja lá qual for o seu objetivo. Se necessário, procure um nutricionista para fazer acompanhamento alimentar, criar seu cardápio, ou ver o que deve-se consumir em mais e menos porções (A famosa Pirâmide Alimentar.)

Claro, existem outros pontos a serem observados na hora de se exercitar, como procurar saber a procedência no local onde você pratica seus exercícios (No caso de academias ou clubes de esportes), ou, no caso desse local ser a escola, procure saber se os profissionais são todos formados e especializados, e se são bons e tudo o mais. Para isso, você pode procurar antigos ou mesmo atuais alunos e se informar. Um pouco de pesquisa nesse quesito não é difícil de se conseguir, e, na falta dela, você pode ser prejudicada. Fique atenta!

E, por fim, vale salientar que praticar exercícios não serve apenas para quem quer perder peso. Isso deixa a pessoa saudável, com mais ânimo, metabolismo mais rápido, além de promover uma reeducação corporal e alimentar. Ou seja: Não tem o que perder!

Beeeijos, gente, e até próxima semana!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Saiba NO QUE está votando! [post de leitura obrigatória]

Cidadãs e cidadãos, sejam bem-vindos ao blog Descapricho!
Hoje é quarta-feira e como participante da equipe Descapricho, blog que visa desenvolver as faculdades intelectuais da juventude de sexo feminino, me senti na obrigação de elaborar um artigo sobre a importância do voto e eliminar dúvidas banais que possam atrapalhar suas opiniões em relação ao assunto.

Resumindo: vou falar de assunto chato, mas que é necessário. Vamos lá? Eu vou pegar aqueles artigos chatos e simplificá-los para que você possa entender o que um deputado federal faz. Aí você não precisa votar no Tiririca pra saber! risos

Primeiro, vamos entender: como é que o sistema político do Brasil funciona?


piada sacana tem hora.

Você deve saber que o Brasil é o regime presidencialista. Ou seja, a nossa figura máxima é o presidente que elegemos com voto direto. O sistema da Inglaterra é monarquia parlamentar ~ mais complicado de explicar e somos brasileiros, não ingleses, então vamos deixar eles pra lá, ok? Mas é só um exemplo. O sistema que rege nosso país é democracia (nós escolhemos nossos representantes) e é capitalista (um sistema econômico que tudo se define na base do poder de compra, em termos grosseiros. EUA, Europa e o mundo inteiro é capitalista, tirando Cuba). E para nos representar politicamente, o governo brasileiro é na base dos Três Poderes.

Essa idéia surgiu lá na Revolução Francesa (assim como o papo de direita e esquerda) para que o poder fosse melhor equilibrado. Funciona assim:

Há o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. Compliquei muito? Nem tanto.

Executivo → o próprio Presidente da República -Q E todo o Gabinete de Ministros também faz parte dessa parte.
Legislativo → que é o nosso Congresso Nacional que é dividido entre a Câmara dos Deputados e Senado Federal.
Judiciário → é o Supremo Tribunal Federal. O famoso STF que sempre aparece nas notícias sobre corrupção. Você deve ter visto: e o STF julgou esse caso, o STF cassou fulano, o STF revogou a cassação, etc, etc, etc.

O que faz cada um deles?



Eles cuidam mais da administração pública. Tipo propor leis. Faz parte do Executivo todos os Ministérios (que, tipo, são 24 Ministérios + 8 Secretarias + 6 órgãos e tudo

isso tá valendo como Ministério. Veja a lista toda aqui). E, tipo, os Diplomatas, as Forças Armadas do Brasil (Exército, Aeronáutica e Marinha), os Auditores Fiscais (que são órgãos como Receita Federal e Previdência Social), Segurança Pública (que são a Polícia Federal e a Polícia Federal Rodoviária) e a Regulação Federal (órgãos como Anatel, Anvisa e um monte de A-alguma coisa), todos esses aparatos fazem parte do poder Executivo.

E pensa errado quem acha que é tudo inútil. Vamos passear só um pouquinho neles:

Diplomacia: óbvio, né? Embaixadores que vão negociar com outros países, ficarem nos consulados resolvendo negócios de brasileiros no exterior como documento e encrenca com leis, além de terem que formar laços amigáveis com vários países e assim passarem uma boa imagem do nosso querido país lá fora. Então imagina como eles se sentem frustrados ao imaginarem nosso país como reduto sexual em forma de selva -argh.

Forças Armadas do Brasil: não precisa nem falar, né? E eles não cuidam só em situação de guerra não! Eles que atuam em nossa defesa quando o bicho tá pegando na Amazônia. Além disso o Brasil envia missões de paz para vários lugares, como o Haiti que tinha vários soldados brasileiros lá para zelar pela ordem.

Quando o terremoto aconteceu, a gente podia lembrar que o Brasil se preocupava com Haiti desde MUITO antes do terremoto... e tivemos várias baixas =/ Atualmente é obrigatório pro cara se alistar nas Forças Armadas, mas não pra mulher. E você, se quer se alistar, pode escolher entre ir para o Exército (participar mais de missões em terra), Aeronáutica (missões pelo ar) e Marinha (missões pelo mar). Mas engana-se quem pensa que só por fazer parte das Forças Armadas, quer dizer que você vai fazer parte de guerras e coisas do gênero. Afinal as Forças Armadas precisam de médicos, enfermeiros, secretários, etc, etc. Até mesmo musicistas (sem brincadeira: se você tiver o ensino médio técnico, pode prestar concurso pra ser mucisista na Marinha!).

Ciclo de Gestões: basicamente são analistas analisando -q o Banco do Brasil, finanças, orçamento, etc. É esse povo que vai apontar se tem algo de errado com o orçamento /quase certeza que são eles que ficam OMG TÁ FALTANDO 6 BILHÕES AQUI DO PAC -QQQ /brinks

Auditores Fiscais: a Receita Federal tem a missão de ferrar todo mundo que sonega, contrabandeia, trafica e tudo o mais. É um órgão muito sério que fiscaliza tudo o que o governo (ou não) faz, como gastos esquisitos do presidente ou um número alto demais de uma espécie em extinção em plena São Paulo. Pode reparar que eles tem ligação direta com analistas. E pode reparar que a maioria dos escândalos políticos relacionados à corrupção vem à tona porque a Receita Federal denunciou. E a Previdência Social cuida da aposentadoria. Pode pensar que é pouco, mas é MUITO.

Segurança Pública: aqui está a famosa Polícia Federal que pega tudo o que a Receita acha estranho e investiga até cansar! A corrupção aqui ferra o sistema todo, então é muito importante exigir seriedade desse campo (tem que exigir de todos, mas você me entendeu). Basicamente a PF investiga, pune, reprime tudo o que for contra a lei como tráfico de muamba.

Regulação Federal: todos esses órgãos que começam com A regulam algum setor. A Anatel regula as telecomunicações (a telefonia, por exemplo. A Anatel proibiu ~ pra citar um caso ~ que as empresas telefônicas obrigassem o consumidor a comprar uma linha pra ter a internet), a Anvisa é a vigilância sanitária em ação (e agradeça a eles que o presunto que você compra tem que vir embalado direitinho), a Ana regulamenta o uso hídrico (das águas) e tem vááarias outras, tudo pra fazer com que o país funcione nos conformes!

Geralmente tudo aí em cima é subordinado a algum Ministério. As Forças Armadas se subordinam ao Ministério de Defesa, a Receita Federal ao de Justiça e os policiais federais estão ligados ao Ministério de Segurança. Mas não é regra: os órgãos de regulamentação não obedecem necessariamente a algum ministério, sendo independentes.

Ufa! Deu pra ver que o Executivo faz bastante coisa! E o líder disso tudo, é claro, é o Presidente da República. É para governar tudo isso E para nomear os ministros que você /talvez/ vai votar dia 3 de outubro!



Faz parte daqui a Câmara de Deputados e o Senado Federal. O Legislativo tem a função de verificar se rola fazer com que tal lei passe, de poder modificá-la, de fiscalizar abusos de poder por parte do Executivo. O Senado tem 81 caras (e mulheres, go go!) lá dentro e a Câmara de Deputados tem 513! Mais tarde, explico as diferenças entre senadores e deputados! E, saca essa: qualquer lei, para ela ser aprovada, tem que passar pela Câmara dos Deputados. Se rolar, passa pelo Senado, aí a lei começa a valer (exceto se o Presidente vetar, mas...). Então se a gente não tem casamento gay liberado no Brasil, a culpa é do Legislativo!



Ele julga.
Tem vários tribunais menores dentro dele que vão julgar casos específicos: justiça comum, do trabalho, eleitoral e a militar (sim, os militares tem uma parte da justiça só para eles). O Supremo Tribunal Federal tem onze ministros que são apontados pelo Presidente. Mas todos eles tem que ser aprovados pelo Senado antes. Você deve ter percebido que o STF tem o belo poder de cassar políticos... e de instaurar CPI's.

Veja o lance do jogo de poder para que nenhum domine o outro:

→ O povo do Legislativo também pode propor leis. Mas o Presidente também pode vetar essas leis.
→ O Executivo que decide quem está no Legislativo, mas quem tem que aprovar essas pessoas é o Legislativo que acaba, de certa forma, controlando os DOIS setores.

Ou seja o Judiciário tem bastante poder, mas quem escolhe o pessoal ali é o Executivo e quem aprova é o Legislativo, e tanto o Executivo quanto o Legislativo podem propor leis e vetarem as leis um do outro. Digamos assim. Deu pra entender? Eu sei, dá um nó na cabeça e você se pergunta:
QUEM É MANDA NESSA PORRA AQUI?

Simples: ninguém. Ok, o Presidente é a autoridade máxima. Acontece que se o Legislativo não for legal com ele, ele fica sem poder - porque DEPENDE do Legislativo para que suas leis e ministros no Judiciário sejam aprovados. Entende? É um jogo de ceder e avançar, por isso que fica equilibrado: você não pode puxar de um lado, sem ser puxada.



Agora vamos entender quem faz o quê, em termos de cargos ~ adoro ~
Mas vou falar somente dos cargos que vamos eleger esse ano, ok?

Deputados Estaduais

Coisas como decidir o aumento dos impostos, reajustar o salário e a permanência dos servidores públicos, processar e julgar o Governador, seu vice e os secretários por crimes de responsabilidade, solicitar intervenção federal no estado, elaborar projetos de leis, fixar remuneração de deputados, secretários, vices. Como pode, é bastante coisa. E eles são como a ponte do estado com o governo federal. Como já disse em relação aos vereadores: escolha um deputado estadual que seja ACESSÍVEL pra ti. Não adianta nada votar num cara que mal passa uma semana no seu estado. Tem que votar em alguém que fique no seu estado, que conheça os problemas dele, que realmente lute para que seu estado se beneficie com melhorias.

Deputados Federais

Propor e votar leis, aprovam, fiscalizam e executam medidas em relação ao orçamento federal, podem aprovar acordos internacionais (eles podem apertar a mão de Obama e dizer que TUUUDO BEM, a gente recebe trocentas armas americanas pro nosso Exército -Q), fiscalizam o governo, podem investigar e punir membros do executivo e legislativo, podem mudar o mapa do Brasil (risos, é sério. Tipo, eles podem votar se devemos colocar Paraguai entre nossos estados, por exemplo), permitir o presidente a declarar GUERRAAA! ou que as tropas americanas SE RETIREM DA AMAZÔNIA, masoque, ou fiquem nela. Sim, eles tem esse poder todo.

Então, novamente: VOTE NUM DEPUTADO DECENTE QUE CONDIZA COM SUAS IDÉIAS!
Não, Tiririca não vale. Você já sabe o que um deputado federal faz, não vai precisar que ele te conte.

Senador

Faz tudo o que o deputado federal faz (exceto que o deputado pode instaurar um processo contra o Presidente e o Senado não pode hihi) MAIS processar e julgar o Presidente, aprovar os nomes do Presidente e os diretores do Banco Central, aprovam 1/3 (se você é burra em matemática: aprovam uma parte das três /não adiantou muito) do TCU (Tribunal de Contas da União. Nome pomposo rs) e ainda autorizam operações com o dinheirinho da União!

Governador

Eles vão tomar as decisões a respeito das escolas, hospitais e pistas de skate no estado, além de sancionar (que significa "aprovar") ou vetar leis, enviar projetos de leis para deputados estaduais (então é bom que você vote em um governador aliado com deputado estadual), comandam a Polícia Militar (noooffa), podem decretar que fiquem interferindo em municípios, enviam o orçamento aos deputados e uma porrada de coisas.

Presidente

Ele escolhe os ministros, aprova ou veta leis, estabelece ou corta relações internacionais, declara guerra, assina tratados e mandar um plano de governo para o Congresso Nacional todo ano.

Em suma: os EUA invadiram o Brasil? O presidente decreta guerra. A França quer assinar um tratado com Brasil? O presidente assina. Existe uma lei que o Legislativo já aprovou, só falta o Presidente? Ele pode vetar :~~



Agora vem a última parte: partidos! Tenho certeza que você fica WTF? pra esses partidos que parecem ser tudo a mesma coisa, certo? O problema é que no Brasil não existe coerência u_u''
E não rola de eu fazer uma historinha de cada partido, porque é muita coisa e você deve estar cansada. Vou só fazer uma ficha básica, incluindo a linha ideológica [direita, esquerda, centro] que todo partido diz que tem, mas nem tem. E alguns candidatos pra você se situar!
Mas, enfim, vamos dar uma olhada nos partidos, por ordem de representação na Câmara de Deputados:



Partido do Movimento Democrático Brasileiro
Cadeiras (aliado com PTC, que é o Partido Trabalhista Cristão): 92
Quem representa: Henrique Eduardo Alves
Número: 15
Linha ideológica: fica no centro. Isso aí, no centro.
Candidatos/Políticos ilustresounãorisos: Tancredo Neves (o quase-presidente), José Sarney (evito tecer comentários a respeito dele), Michael Temer (atualmente é candidato a vice na chapa de Dilma. E ele não é satanista, ok?), Rosinha Garotinho, Roseana Sarney (uma das mulheres mais ricas do Brasil na política, acho) e Ulysses

Guimarães que lutou contra a ditadura e criticou horrores o Collor.

Como podem ver, é um partido variado.

Dica: PSDB tá aliado ao PTC. E... Tati Quebra-Barraco é candidata do PTC.



Partido Trabalhista
Cadeiras: 79
Quem representa: Fernando Ferro
Número: 13 que dá azar -N
Linha ideológica: tipo assim, é um centro-esquerda. Mas você vai encontrar socialistas, social-democratas, marxistas, socialistas cristãos. O partido se define como socialismo democrático ou centro-esquerda.
Candidatos/Políticos ilustresounãorisos: LULA-LAA risos, Dilma Rousseff (candidata atual. Ela é um demônio assassino que matou inocentes ou uma patriota digna que lutou pelo país... a verdade é que ~ eu acho ~ ela só era metida a guerrilheira e mal sabia pegar uma arma *CORRE*), Eduardo Suplicy (hm, ele é bem famoso), Marta Suplicy (ela parece legal, fez um monte de projetos a favor de educação sexual e casamento gay. Não é ela a do relaaaaxa e goooza? risos). Na lista do PT, encontrei muitos Who?, mas deve ser porque só dos 8 anos pra cá que o PT domina geral.



Partido da Social Democracia Brasileira
Cadeiras: 59
Quem representa: João Almeida
Número: 45
Linha ideológica: se define como social-democracia. Ou como liberalismo social.
Candidatos/Políticos ilustresounãorisos: José Serra que quer comer todo mundo quando for presidente RISOS, Fernando Henrique Cardoso (ex-presidente do Brasil que Serra tá escondendo e até a BBC percebeu @__@) e... a Wikipedia não tem a lista de membros famosos do PSDB! VÁ PRA PQP!



Democratas
Cadeiras: 56
Quem representa: Paulo Bornhausen
Número: 25
Linha ideológica: liberalismo econômico, conservador, direita cristã. Basicamente é direita normal.
Candidatos/Políticos ilustresounãorisos: ACM (que é carinhosamente chamado pelos baianos de Demônio, Cão, Capeta, Bicho Ruim e todas essas coisas agradáveis de se referir a um político. Além da piadinha mais comum de que ele morreu, foi pro inferno e assumiu o lugar do Satã), ACM Neto e... a Wikipedia também não dá a lista de membros famosos do DEM, risos. A Wikipedia não gosta da direita brasileira -QQ

Obs.: é anti-propaganda política isso, mas enfim... o DEM era o antigo PFL que fechou as portas porque o nome do partido estava manchado com a corrupção. O PFL (Partido de Frente Liberal) vem de... PDS que era o Partido Democrático Social que sucedeu a... Arena, partido que apoiava a ditadura militar. Basicamente, pessoinhas alegres querendo votar no 25, SAIBAM que o DEM é nada mais do que a forma moderna de Arena. Por isso que conhecer a história do partido é importante!


Partido Socialista Brasileiro | Partido Comunista do Brasil | Partido Republicano Brasilero
Cadeiras (todos juntos): 46
Quem representa: Daniel Almeida
Número (em ordem da esquerda pra direita): 40 | 65 | 10
Linha ideológica: é tudo esquerda. Desde o comunismo do PCdoB até o centrismo do PRB, passando pelo socialismo democrático do PSB.
Candidatos/Políticos ilustresounãorisos (a maioria é do PCdoB, porque é o único com lista na Wikipedia): eu procurei pessoas famosas e talz que tivessem feito parte. Mas na lista, pra mim, era tudo "quem é esse ser?" de modo que coloquei os mais famosos por outros atributos que não políticos que são Netinho de Paula e Martinho da Vila. E tem Alice Portugal que está concorrendo a deputada federal, eu acho, aqui na cidade.

E embora tenha partidos com maior representatividade, vou pular para o PV porque é o partido de Marina Silva.



Partido Verde
Cadeiras: 14 (coitados... pior é o PTdoB que só tem um representante na Câmara)
Quem representa: Edson Duarte
Número: 43
Linha ideológica: ambiental! rs, sério, aposta na mistura de opiniões, o importante é que o foco tem que ser o meio ambiente. Mas geralmente fica no centro, beirando a esquerda. Mas eeeles dizem que não são nem esquerda, nem direita, e sim que estão à frente! Adoro!
Candidatos /Políticos ilustresounãorisos: Marina Silva (candidata à Presidência! E para muitas pessoas é a menos pior...), e como não achei mais ninguém conhecido na lista, vou falar de Adão que é muito ilustre aqui na cidade :D:D

#aviso: esse partido, como um todo, defende a legalização do aborto, das drogas, o pacifismo, federalismo, parlamentarismo, democracia direta. Porém Marina Silva é contrária à posição sobre o aborto, por exemplo, e isso é um problema. Como ela vai defender o ponto de vista se o partido dela ataca esses pontos? Acho que isso é problemático #opinião minha.

E embora tenha taaaantos outros, encerro aqui! :)

Maaas links, né? Eu tive FONTES que não foram só a Wikipedia, e aqui vai:

O que faz cada posição!
Representação dos Partidos na Câmara de Deputados!
TODOS os partidos no Brasil! ~ fiquei tentada a entrar no Partido Pirata risos

E observação: deu pra perceber que NÃO podemos votar simplesmente no Tiririca ou Mulher Pêra, certo? Simplesmente porque ao serem votados, eles vão fazer com que o partido seja representado lá dentro... sem contar que é irresponsabilidade! E, gente, nem todo tucano é um liberal que quer privatizar tudo, tem todo petista é analfabeto ou quer viver de concurso público. Generalizar não dá certo, é BURRICE. Você não vota em pessoas, vota em PARTIDOS. É importante saber quem está acompanhando os candidatos, quem realmente está mandando na política brasileira.

E descobri esses dias /hoje risos/ que aquela história de que 50% + 1 de votos nulos anularia a eleição... bem, é só uma interpretação errada e isso não existe. Então foda-se, seu voto nulo vai ser como se você tivesse votado errado e vai ser desconsiderado. Então... vote com consciência, ok?

Antes/Diante da Urna Eletrônica

• Não esqueça do seu título de eleitor + documento com foto.
• Se quiser anular o voto, digite 00 e confirme. Ou qualquer número aleatório que não pertença a nenhum partido.
• Não vote em qualquer pessoa se você não conhece o candidato. Principalmente se alguém tentou fazer sua cabeça. Não vote em Dilma por causa dos seus pais, não vote em Serra porque sua amiga ama o cara, não vote na Mulher Pêra porque achou engraçada a propaganda dela.
• Não jogue os papéis de propaganda no chão. Seja legal com o meio-ambiente! :D
• Lembre-se de anotar antes os números que vai votar, senão pode esquecer na hora -QQQ
• Defina duas listas: uma de prioridades em relação ao aborto, cotas, educação, etc. Outra lista é do que você acha mais importante em um político. Só vote se o candidato escolhido obedece aos seus critérios. Isso se chama integridade moral e o Brasil só vai mudar se todo mundo agir assim.
• Nunca venda, troque, leiloe seu voto. É repugnante. Seu voto é um DIREITO! Não o jogue fora em troca de benefícios prometidos por um candidato que, certamente, só agirá de forma corrupta e desonesta!
• Não deixe de votar em um candidato menos popular só porque ele não tem chances de vencer. E daí que não tem? O que importa é a sua integridade, o seu respeito pelos próprios princípios. Vai votar em alguém que não simpatiza porque o seu favorito não tem chance?

Se todos que eu já vi dizerem que não vão votar em Marina, porque não tem chances, apesar de ser a melhorzinha votassem mesmo nela... seria capaz de ela disputar segundo turno com Dilma.
Lembre-se: a integridade está em primeiro lugar!


não adianta. quem nasceu no Brasil vai ser sempre Brasil, independente de amar ou não a pátria.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Fica a dica. -q

Boa tarde, queridos. Espero que vocês estejam melhor que eu, que estou morrendo de dor de cabeça desde domingo. x_x 

Então, já que não tive muito como pensar no que postar hoje, vou fazer um post super #fail sobre uma série de livros que eu gosto muito, apesar de não ter lido o ÚLTIMO LIVRO: Desventuras em Série.  

Essa série é para aqueles que não têm receio de ler sobre alguns órfãos que sofrem situações desagradáveis ao longo de vários livros. Os jovens Violet, Klaus e Sunny Baudelaire são irmãos, e é quando recebem a notícia de que seus pais foram mortos em um estranho incêndio que começam as suas ‘desventuras’, como sugere o nome da série. Não é uma história nem um pouco feliz, e o leitor é advertido para isso em várias passagens do livro, onde Lemony Snicket (o autor, que escreve também sob o pdeudônimo Daniel Handler) fala por meio do narrador.

Os três ganham um tutor, o maléfico Conde Olaf, um ator em fiasco que está mais interessado no dinheiro do que no bem estar das crianças. Conde Olaf faz de tudo para conquistar a fortuna deles, deixada por seus pais e na qual eles só podem decidir o que fazer quando a maioridade de Violet, mais velha, for atingida, e assim, eles tentam impedi-lo e mostrar ao mundo a verdadeira face do Conde.

Os órfãos até conseguem se livrar do tutor maligno, e entram em contato com pessoas bondosas como o Tio Monty e Tia Josephine, mas eles saem facilmente do caminho do ganancioso e sem escrúpulos Olaf, que não mede esforços para obter sucesso em seu objetivo de ficar rico às custas deles.

Em meio às tentativas (não muito bem sucedidas) de proteger sua fortuna e encontrar lugares seguros, longe do Conde, para morarem, o que se mostra muito difícil ao longo dos livros, os três órfãos ainda têm um mistério nas mãos: Solucionar o mistério do incêndio que matou seus pais.

Os três primeiros livros foram unidos numa adaptação para o cinema, de 2004, que conta com a participação de Jim Carrey no papel do terrível Conde Olaf. Pode ser considerado o pioneiro de um novo gênero de cinema, o terror infantil, mas sempre com tiradas engraçadas e irônicas. Para quem tem tempo de ler 13 livros de 150 páginas, em média, cada, conhecer a série é uma boa pedida.

Editora: Cia. Das Letras
Título dos livros na ordem de publicação:
Mau Começo
A Sala dos Répteis
O Lago das Sanguessugas
Serraria Baixo-Astral
Inferno no Colégio Interno
O Elevador Ersatz
A Cidade Sinistra dos Corvos
O Hospital Hostil
Espetáculo Carnívoro
O Escorregador de Gelo
A Gruta Gorgônea
O Penúltimo Perigo
O Fim.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

V de Vestibular

Olá meus queridos <3 Hoje é um dia muito importante pra Descapricho: o aniversário da Bárbara :D Sabe, aquela que postava todo domingo, mas teve que parar e fez o primeiro post? Então, hoje ela tá fazendo 17 aninhos, parabéns Barbie *-* Agora ela pode aparatar e fazer feitiços fora de Hogwarts, invejinha ): -q

Bom, hoje vim postar exatamente sobre o motivo que fez a Bárbara deixar o blog, sendo substituída pela Thaisetty: vestibular. Vocês devem achar esse um tema muito chato e tal, extremamente dispensável, mas deixa eu te falar? Logo logo esse fantasma vai surgir pela sua cabeça, e, ou você estuda, ou vira hippie (ou presidente -snt).
Eu não concordo com o sistema do vestibular. Fui sempre bem na escola, passaria por currículo e tal, mas não. Tenho que me submeter a um único teste, que não leva em conta os fatores nervosismo e distração, que vai me dizer se eu sou capaz ou não de entrar na faculdade.
Mas ok, espera aí. Eu vou fazer Publicidade e Propaganda. Pra quê eu preciso saber química, física, biologia e tudo isso pra entrar na faculdade de Publicidade? Não entendo esse tipo de coisas. Nem o sistema de cotas. É claro que faz sentido, mas não corta problema nenhum pela raíz.
De qualquer maneira, não vou falar aqui sobre como o vestibular parece absurdamente ilógico para mim. Vou falar como sobreviver com esse fantasma te assombrando o dia todo, porque, francamente, não aguento mais ouvir as palavras "vestibular" e "passar". E agora, ele está cada vez mais próximo, com desespero radioativo que ele provoca, e todo o resto.
Não há nada para fazer que vá conseguir afastar esse fantasma de você. Porque você nunca vai ter estudado o suficiente. É sério, pode fazer todos os exercícios das suas apostilas, das apostilas de todos os cursinhos do Brasil e de todos os livros didáticos, mas nunca é mais do que o suficiente. Você nunca vai achar que sabe de tudo.
Porque não tem como saber. A verdade é que você tem que se preparar para acertar as respostas, e não para saber as coisas. Porque essa é a verdade: vestibular é uma prova de acertar, não de conhecimento. Mas a única maneira de saber totalmente isso é estudar, estudar e estudar. Eu sei que é chato. Mas se você não estudar, vai passar a vida toda no cursinho, TENDO que estudar.
Então estude por enquanto, e ano que vem você estará na faculdade já, podendo ler seus livros, passar o dia todo no twitter (na faculdade que pretendo entrar, o campus tem wi-fi, ou seja: twitter all the time *u*), escrever seu best seller, formar sua banda, etc etc etc. Só que hoje você tem que estudar.
Então estude hoje. Senão amanhã você vai ter que estudar a matéria de ontem e a de hoje, o que é uma droga. Não precisa se afundar nos livros como se não fosse permitido existir mais vida (a menos que você queira fazer medicina numa federal ou algo do tipo @_@), respeite seus limites biológicos também.
Pode ir no computador e tal, fazer suas coisas, para não estar cansado na hora de estudar. O problema é quando você começa a fazer um bilhão de aulas extras e coisas nada a ver, achando que tá ajudando alguma coisa no estudo. Gente, o importante é solidificar o conteúdo na sua cabeça. Nada melhor do que fazer exercícios para isso. Mas ler revistas extras de matérias mais teóricas, como história, geografia e biologia também ajuda para você lembrar do conteúdo.
E ah, outra coisa. Tem uma revista que é lançada semestralmente, a Atualidades Vestibular + Enem, da editora abril. Ela é, tipo, 20 reais, mas tem mais de 200 páginas e um monte de temas atuais que podem cair tanto na prova de geografia, como a de história, além de poder ser bem útil nas redações. E elas são bastante importantes, pelo menos nos vestibulares que vou prestar.


Ok, o post tá flopado. E por quê? Porque eu, como uma boa vestibulanda, tenho quilos de coisas pra estudar. E, se você não é vestibulando, agradeça por toda a sua felicidade. É sério, porque você nunca estudou tanto até chegar ao 3° ano.
Até segunda feira, descaprichantes *U* E esse post tá tão sério que nem parece eu ._.

PS: Só gostaria de deixar aqui a minha felicidade em saber que amanhã lança a season 2 de Glee *___________* Vou ver meu Kurt de novo, ai ai ai <3

domingo, 19 de setembro de 2010

Pra ver

Olá descaprichetes divas *-*


Ok, essa saudação é tão old, e já falei em quase todos os posts.


Vim aqui pra dar duas diquinhas e mini resenhas de filmes pra a semana, mês, ano década, sei lá ( sim, só duas porque não tenho assistido muitos filmes ultimamente então, é isso aí). Um que eu gostei, e outro que achei relevante, Vamos lá.


Nosso Lar




A adaptação do livro psicografado por Chico Chavier, ditado pelo espírito de André Luís ( sim, o livro teria sido ditado pelo espírito de um cara morto - soa como pleonasmo, mas eu acho que existem espíritos vivos, tipo eu e você, mas sei lá). E mostra como é, segundo a crença espírita , o mundo espiritual, o que acontece depois que morremos e o que podemos encontrar por lá. Tendo como centro do enredo a história do autor do livro, André Luís, que após desencarnar se depara com um plano espiritual que ele si quer imaginava que existia, e entre pagar pelos erros cometidos em vida e se redimir praticando o bem, ele encontra um sentido maior pra tudo. Ele descobre que nós decidimos como será nossa vida quando encarnarmos novamente, tipo em que família nasceremos, e a planejamos, lógico que tendo os reversos da vida que podem atrapalhar nossos planos feitos em quanto espírito, mas mostra o poder da escolha pra tudo, e a lei do causa e efeito, que é tipo, tudo o que fazemos volta pra gente de um modo ou de outro seja na vida, ou depois dela. O filme também conta com efeitos, a nível nacional, diga-se de passagem, muito bem produzidos. O legal desse filme, é que como ‘Se eu fosse você’, ele faz sucesso fugindo do estereótipo de filmes brasileiro de ‘sexo - violência - sexo’, o que reacende as minhas esperanças para o cinema nacional, porque caso você não saiba eu serei uma atriz/roteirista/direitora de muito sucesso, e não quero  ter no meu país um cinema chinfrinha.



Resident Evil 4:Recomeço


Alice (Milla Jovovich) , que talvez você já tenha acompanhado os demais filmes da série, luta contra o arsenal de zumbis que passaram a atacar o mundo, e tem a missão de encontrar e proteger os poucos humanos que não estão infectados pelo vírus , e daí se desenvolve uma batalha e blablablá. Dá pra entreter e em algumas parte até assusta, mas eu achei um pouco decepcionante, principalmente para os adoradores do jogo, já que o jogo é tão mais lecal Ç-Ç. Acho que o diretor imprimiu cenas em câmera lenta em momentos desnecessário, tipo na batalha final,  ele aplica muito esse efeito quando o que o espectador mais quer é rítimo ~~acelerado~~. * ok, eu sou metida a roteirista/diretora e estou dando meu pitaco* , acredito que esse filme, que é baseado no jogo, precisaria desenvolver melhor o roteiro, deixando o desenlace do enredo menos previsível, ficou muito clichê, tipo que você sabe quem sobrevive, quem morre, e o traidor ( eu não tenho muita coisa contra os clichês, mas pô, é Resident Evil) . Tirando isso e o super vilão tirado a Neo de Matrix, que não assusta ninguém, é um filme legal ( em DDD 3D deve ser bem mais legal): começa com todo gás, mas flopa do meio pro fim, aí no fim acontece algo que te deixa curiosa pra ver o quinto filme. Não sei se isso é spoilers, mas falei.

Bjos e até semana que vem.

sábado, 18 de setembro de 2010

Sobre quando você não é como eles querem.

Olá, gente que cedo madruga! Como vão? o/
Estou escrevendo esse post no Word porque minha internet não quer ligar ou terceiros estão impedindo-a de funcionar. rs

   Vim falar sobre família. Ou sobre tópicos nos problemas familiares. Ou sei lá.
   Na verdade, a idéia era fazer um post sobre não corresponder às expectativas que seus pais ou responsáveis têm sobre você, e vai ser mais ou menos isso.
   Sabe quando seu pai manda você arrumar o quarto? Ele só quer seu bem, eu to sabendo. Quando ele manda você estudar, e desligar o computador na hora certa, e acordar na hora certa, e estar sempre dentro do padrão do que ele chama de “filho aceitável”.
   Só que o negócio é que nem sempre você pode estar dentro disso. Você pode até arrumar seu quarto, mas às vezes simplesmente não dá pra acordar na hora certa. Ou você desliga sim o computador quando sua mãe quer, porém, por motivos que lhe cabem, não deu pra estudar tanto quanto devia ou queria.
   Daí seus pais ficam putos, dizem que você não faz nada e, na ilusão de que estão sendo educadores exemplares, desligam tudo que pode te trazer diversão.
   Coisa de criança, né? Mas tenho certeza de que você ou o resto das pessoas que estão lendo se identificou.



   Essas situações aí descritas acontecem quando você não corresponde às expectativas dos seus pais. Vou tentar explicar um pouco o lado deles antes, por mais que vá parecer um tanto pessoal.
   Sua mãe esperou 9 meses pra te ter e tudo mais. Seu pai tava lá rezando pra nascer com saúde. E, vamos ser sinceros, qual pai não gosta de mostrar, mesmo que um  pouquinho, o filho pros amigos/parentes?
- Sabe, Jucineia, a Blanquinha aqui escreve muito bem... Lê livrinhos em inglês... Heh, que orgulho!
   É nesse nível.
   Eles têm que ter o que mostrar.  Eles têm o desejo de ter um filho bonitinho, que só tira notas altas. Que se vista bem. Que seja sempre educado.
   Mas daí tu nasceu, rapá. Pequeno monstro, na visão deles. Ou nem tanto, só um filho com características completamente opostas ao que eles almejavam.

   O que acontece muito é seus pais te dizerem:
- Tu só ouve o que quer, né? Eu te disse que tu num tinha esse maldito computador aos sábados, porque ainda não tomou vergonha na cara pra estudar!
   E eles têm a audácia de ficarem tristes porque você não anda estudando. Quando você se mata de estudar 6 dias por semana, vale ressaltar. Ou quando estuda direitinho e não deixa de fazer nenhum dever de casa. Tanto faz.
   Eu sei que eles têm problemas de conta de água, luz e telefone. Mas qual a dificuldade em olhar um tanto, só um tantinho pra quem eles fizeram? Hein? Alguém me explica, por favor.
   Ora bolas, você tem que conviver com eles todo santo dia, agüentar as características diferentes e eles só de mandam mudar. É uma das coisas mais chatas na vida, e pode parecer adolescentisse dizendo, mas tem muito machão na terapia por isso.

 Então isso tudo é só um pedido, galera: está incomodado com algum ato dos seus pais na sua educação? Cê pode reclamar, claro, mas com jeitinho. O importante mesmo é descruzar os braços e, quando for a sua vez de ter filhos, mude isso. Tente ser o oposto da característica chatinha dos seus pais.

Sempre obrigada por lerem tudo. Sei que sou meio insuportável, às vezes.

Ah, e PS.:  Vocês já sabem que a DesCH vai entrevistar a Rachel Cohn, que escreveu Princesa Pop, Siri e Bolinhos, não sabem? Então mandem uma pergunta pra ela, pó! Escrevam para descapricho@gmail.com com um assunto referente a isso.
PS2: O blog Garota It tá fazendo uma promoção muito legal! Você pode ganhar o livro Perfeitos, do Scott Westerfeld. Vai lá!

Beijos e até semana que vem! <3

Bramks.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

É o meu Rio Grande do Sul ♪

BOA NOITEEEE *-* Antes de tudo me deixe compartilhar uma coisa com vocês: Aprendi a fazer pipoca de microondas. Tá, eu sei que é idiota, mas ela sempre queimava. Então, eu e minha inteligência descobrimos que é preciso por o pacotinho com a pipoca no meio do microondas, e não jogar de qualquer jeito, porque para de girar e hã, queima. Se isso parecia óbvio pra você, I’m so sorry.

Mas eu não vou falar sobre pipoca de microondas (apesar de que acharia super divo ficar falando dos meus avanços no mundo da culinária), vou falar sobre semana farroupilha.

Se você não mora no Rio Grande do Sul provavelmente não sabe o que é isso. Ou sabe, não sei sobre o pensamento das pessoas dos outros estados. u_u

Enfim, pra quem não sabe, semana farroupilha é um evento festivo aqui do Rio Grande do Sul, que começa de 12 a 14 de setembro (o correto é dia 14, mas as vezes a chama crioula chega antes), e acaba dia 20 que é feriado estadual. Isso é uma espécie de homenagem a Revolução Farroupilha, e aos líderes gaúchos da mesma.

E você com isso, né? Mas gaúchos amam essa data, não só porque é feriado, mas porque isso foi uma grande conquista para nós. Tornamo-nos a República Rio-Grandense, e se isso não quer dizer nada pra você, pra nós quer.

Basicamente ocorreu porque os gaúchos estavam insatisfeitos com o governo “café-com-leite” (São Paulo e Minas Gerais), que além de apenas investirem em seus estados, aumentaram o imposto sobre o sal (importante ingrediente do charque gaúcho), e o imposto sobre a venda dos produtos produzidos aqui. Fazendo assim, as pessoas de outros estados buscarem esses produtos em outros países pela metade do preço. Havia outros motivos, mas esse foi o principal. Em de 18 de setembro de 1835, José Mariano de Mattos, Gomes Jardim, Pedro Boticário, Paulino da Fontoura e Domingos José de Almeida, fizeram uma reunião e decidiram que dentro de dois dias (20 de setembro de 1835), tomariam militarmente Porto Alegre e destituiriam o presidente provincial Antônio Rodrigues Fernandes Braga.
A Guerra durou 10 anos (até 02 de fevereiro de 1845), e em 11 de setembro de 1846 foi proclamada a República Rio-Grandense.

Gaúchos se orgulham disso até hoje, aliás, gaúchos são tão bairristas que se orgulham de tudo, principalmente da sua cultura (que é considerada, segundo o Angel, instrutor da invernada do CTG, a maior cultura do mundo), do seu vocabulário, dos grandes nomes que nasceram aqui, da beleza da mulher gaúcha (e agora dos homens, já que Natu e Alessinha babaram com eles aqui ok), do clima frio, do seu hino (que praticamente todos os gaúchos sabem décor) entre muitas outras coisas. :B


Invernada Artística
Guris do Sul *-*


“Eu venho de um lugar onde a gente acredita nos jovens, ouve os velhos, e respeita o eterno. Eu venho de um lugar onde o canto é do campo e do rio. Mas, sobretudo, eu venho de um lugar onde o homem tem pátria, pensa e opina. EU SOU GAÚCHO ♥” – autor desconhecido.

P.s: Parabéns ao Grêmio que completou 107 anos quarta-feira ♥
P.s²: Obrigada a Larinha que me deu a idéia e ajudou a fazer o post. ♥
P.s³: Vocês sabem que a gente conseguiu uma entrevista com a autora Rachel Cohn. Mandem perguntas para descapricho@gmail.com com o assunto "Perguntem para Rachel"! :D

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Pessoas e seus ciúmes

5 MESES DE DESCAPRICHO!!!!!!!!!!!!! QUASE 25.000 VISITAS, MUITOS COMENTÁRIOS LINDOS, POSTS ABSOLUTOS E AAAAAAH, PARABÉNS DESCAPRICHO <3333333333333 PARA TODOS QUE ACHARAM QUE NÓS DESCAPRICHANTES JAMAIS CONSEGUIRÍAMOS, POIS CONSEGUIMOS, SOMOS PO-DE-RO-SAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! q

Ok, o que eu tô falando? :B Enfim, hoje é quinta feira, dia de post da Thaisetty, mas eu, Joubs,que vim aqui postar. Porque, como vocês devem ter notado ela (e a Luna) postaram segunda feira no meu lugar. Então hoje estou aqui, e vim falar de uma coisa que me incomoda um monte: ciúme.
Pois é galera bacana, eu sou MUITO ciumenta. Só que eu não demonstro, o que faz parecer que eu não me importo nadinha -q
Mas antes que você vá me achar uma pessoa horrível, porque ciúme-é-um-defeito-cegante eu vou te dizer: nem sempre é ruim. Ás vezes um pouco de ciúme é uma coisa bem sensata.
Por exemplo, é normal você ficar com ciúme caso sua melhor amiga resolva viajar com outras amigas do que com você. É normal você ficar com ciúme se seu namorado estiver se engraçando (-qq) pra uma outra menina. Porque ciúme não é nada mais que um sentimento de proteção àquelas pessoas que você ama e quer por perto.
O errado é quando o ciúme te enlouquece. Tipo, suas amigas não podem viajar com mais ninguém, seu namorado não pode falar com nenhuma outra pessoa do sexo feminino exceto você e, sei lá, a mãe dele, e você vai se magoando cada vez mais com isso, ficando mais paranóica e obcecada. Daí está tudo totalmente errado.

Admiro muito se você for uma pessoa toda ~de boa~, porque eu não sou. Não suporto ser trocada, adoro ser a preferida, a mais amada, ficar em segundo plano quase sempre me mata. Se é com você assim também, saiba, talvez você esteja dando valor demais as pessoas. Ou esperando coisas delas que você não esperaria de mais ninguém.
Por exemplo, só porque uma amiga não fez algo que você queria que ela fizesse, porque seria ruim pra ela e tal, não significa que ela não se importe com você. Apenas significa que ela não é sua serviçal. Além do mais, convenhamos, se ponha no lugar dela. Você faria isso por ela, se necessário? Reveja seus conceitos, não espere tanto dos seus amigos. Ás vezes as pessoas fazem coisas pequenas, que nem eram pra te magoar, e isso acaba acontecendo.
Assim como não existia remédio para a timidez, não existe remédio para ciúme. Não pelo menos daqueles que vem em embalagens e com coisas escritas, tipo 'MEDICAMENTO GENÉRICO'. Mas, no nível emocional, existe sim: tolerância e confiança.
Você confia na sua amiga quando ela diz que se importa e ama você? Sim? Então ótimo. Agora simplesmente tolere quando ela sair com outras amigas, afinal de contas, ela tem esse direito. Depois pergunte como foi sair, e fique calma: ser ciumenta apenas vai fazer com que você fique triste e ela ache que você é infantil e mimada. Não precisa levar tudo tão a sério, afinal de contas,isso apenas vai servir para te deixar irritada.
E se alguém sentir ciíumes de você, não ache ruim, porque, ao contrário: é muito bom. Isso significa que a pessoa gosta de você. Só não deixe essa pessoa se tornar possessiva em relação a você, e se acabar se tornando, saiba: nada melhor que uma boa conversa (não acredito que eu disse isso. Desse jeito G_G). Só assim você vai poder deixar claro pra essa pessoa que gosta muito dela também, e que não há razões para tamanho desespero.
Mas se você não gostar dela... Bem, nada melhor que um pé na bunda :DDD Ok, não mesmo -qqq Apenas se afaste um pouco dessa pessoa, para ela organizar as ideias. E lembre-se: você não pertence a ninguém, e ninguém pertence a você.
Então, nada melhor que aproveitar os bons momentos com os entes queridos, e não esfriar a cuca!!!!!!!!!!

Ok, antes de tudo, alguém me diga WHY THE HELL eu tô falando desse jeito. Sério, tô me assustando totalmente com toda essa formalidade e fofura. Gemts, eu só zoo. Na maior parte do tempo eu não falo sério, então por que tô toda blim blim blim? -QQ
Mas ó, mais uma coisinha: CIÚME DESCONTROLADO SÓ É ACEITÁVEL QUANDO VOCÊ TÁ DE TPM!!!!!!!!!!!!!!!!! Porque, deixa eu te falar, ninguém merece. Você se achando o lixo da semana, querendo se tacar num abismo de chocolate, as piores coisas acontecendo (porque as piores coisas sempre acontecem na tpm, é fato) e você ainda não pode ser um pouco grudenta e ciumenta? Ah, me poupe. A vida não pode ser assim tão cruel.
Então, se alguém te falar que você tá, tipo, in-su-por-tá-vel apenas diga que é tpm. Principalmente se for um garoto, já que eles preferem nem tocar nesse tipo de assunto :BB

Por hoje é só pessoal! *morde a cenoura* BEIJO NA BUNDA E ATÉ SEGUNDA! :D

PS: A "cenoura" que eu falei é LITERALMENTE a cenoura. Ah, valha me Deus, ninguém aqui assistia Looney Tunes? U_U
PS²: Não, sem beijo na bunda -q ERA SÓ PELA RIMA E
PS³: Conseguimos uma entrevista com a escritora (gringa, vai que se assim alguém manda e) Rachel Cohn, que escreveu Pão-de-mel, Siri e Princesa pop. Já li os três e são ótimos, recomendo mesmo. Enfim, quem quiser mandar perguntichas pra ela, mande um email para "descapricho@gmail.com" com o assunto "Perguntem para a Rachel" :D E mandem ok, senão eu vou ficar muito brava. E isso significa fujam para as colinas porque eu já fiz boxe e quando eu fico irritada eu fico MUITO irritada -q